Polippo

Brasileira,

Formada em 'Produção Multimídia' pela Universidade Santa Cecília em Santos/SP (BRA), com especialização em 'Fotografia: Práxis e Discurso Fotográfico' pela Universidade Estadual de Londrina (BRA).


É pesquisadora do programa de mestrado em 'Multimédia' da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Vinculada ao núcleo de estudos IDENTIDADES - Movimento Intercultural, constituído por um grupo de alunos e professores da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP) e GESTO Cooperativa Cultural. Com passagens em estudos integrados nos programas de 'Design da Imagem' da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e em 'Comunicação' na Universidade Estadual de Londrina.



Desde muito nova começou a empreender. Levou modelos de negócios inovadores para regiões descentralizadas, tais como o USE Coworking - o 1º Escritório Compartilhado instalado em Cuiabá, no ano de 2012. Dois anos depois (2014), fez nascer a loja colaborativa virtual Polippo Art Shop que fomentava a produção local e independente de artistas da região nordeste do Paraná, tendo como base a cidade de Londrina.


A pouco tempo criou a 'sede social' totalmente digital NVLO, para gerir negócios que promovam ações para distribuição de arte. Nesse projeto auxilia um grupo de artistas, curadores, produtores culturais e criativos a desenhar estratégias para ampliação de negócios colaborativos, sociais e culturais. Indica melhores áreas de atuação, ferramentas de gestão, planos de conteúdo e diretrizes de mercado fundamentais para os manterem unidos e competitivos no setor de economia criativa.




Colaborou como produtora de conteúdo para as revistas digitais Obvious Magazine, Ateliê Fotografia, ModaLovers e /MAG nos temas ligados a cultura digital, fotografia e economia criativa. Atualmente é "Ghost Writer", e escreve E-books e Blog post para que IES (Instituição de Ensino Superior) utilizem este conteúdo como estratégia de marketing.



Em 2015 esteve nas páginas das principais revistas e jornais de criatividade do Brasil: Revista Zupi, Ideia Fixa e Jornal A Gazeta (Caderno de Cultura) pelo destaque no projeto 'gravidade.info'. A narrativa fotográfica produzida utilizando apenas um dispositivo mobile, chamou a atenção pelas sobreposições e efeitos 3D que referenciavam o Universo de modo surrealista.


Adora participar de Festivais de Cinema pela diversão de exercitar a 7ª arte, e por isso conta com alguns destaques nesta área. Foi premiada 3 anos consecutivos no Festival Literário de Londrina com a produção dos vídeos poéticos "Arpoador", "(R)imãs" e "s o n h o s". Na época de estudante na Universidade Santa Cecília, integrava o grupo "Gambiarra" onde participou da produção dos curtas-metragens “Dívida” selecionado pela "Mostra Olha Cairçara" (2008) na 6º Edição do Curta Santos e “Cante Lá que Eu Canto Cá” na categoria de “Melhor Direção” na 8ª Edição do Curta Santos - Festival de Cinema de Curtas Metragens (2010).



Currículo Profissional | Currículo Lattes